Quem sou eu

Minha foto
SÃO PAULO, SÃO PAULO, Brazil
Fiel, amiga, sincera, autêntica,responsável, focada em resultados.

Meu esposo!

Meu esposo!
MEU AMOR!

Seguidores

quarta-feira, 2 de setembro de 2009

Saiba um pouco sobre este Ministerio do Apostolo Valdemiro Santiago, acessando o link.


Igreja Mundial do Poder de Deus

IGREJA MUNDIAL DO PODER DE DEUS - UMA NOVA PRÁXIS NEOPENTECOSTAL


O neopentecostalismo é o movimento religioso que mais cresce no Brasil, com uma visibilidade considerável na mídia eletrônica e um poder imenso de atrair novos fiéis e mobilizar as massas. Isso produz constantes desdobramentos dentro do movimento, novos líderes aparecem no cenário religioso e novas práticas passam a ser acrescentadas no modus operandi das igrejas. Um desses desdobramentos é a Igreja Mundial do Poder de Deus, fundada por Valdemiro Santiago. Apesar de poucos anos de existência, tem investido consideravelmente na programação de TV e já conta com centenas de igrejas em todo o Brasil. Várias de suas práticas são distintas das demais igrejas neopentecostais, o que a torna diferente e atraente para um público constantemente assediado pelo discurso triunfalista do neopentecostalismo. Este trabalho pretende constatar tais práticas. Introdução: A Igreja Mundial do Poder de Deus surgiu no Brasil com uma nova proposta de práxis religiosa. Por estar inserida no neopentecostalismo, ela absorveu muitas de suas práticas, principalmente aquelas ligadas a levantamentos de recursos e a conquista de novos adeptos. Entretanto, a Mundial emprega práticas e uma ação pastoral até então inéditas no movimento neopentecostal. Este trabalho pretende constatar tais práticas e o seu impacto no campo religioso brasileiro. Os primórdios de acordo com a revista Mundial Sem Limites, publicação oficial da igreja 1, a Mundial foi fundada no dia 9 de março de 1998, na cidade de Sorocaba, interior de São Paulo, por Valdemiro Santiago de Oliveira (outras publicações da igreja escrevem seu nome com W). O grupo que começou com apenas 16 pessoas conquistou dezenas de milhares de fiéis em apenas 9 anos, com promessas de curas físicas, prosperidade financeira e a solução de problemas familiares. O pastor Washington Alder Alves de Oliveira, um dos primeiros membros da Mundial, conta que ele mesmo recebeu ali o seu milagre. Quando chegou, era traficante, usuário de drogas e estava com o casamento destruído. Ele conta ainda que naquela tarde de inauguração do primeiro culto da Mundial, uma mulher que não tinha rins e um menino que não tinha órgãos genitais foram completamente restaurados pelo poder de Deus. Três dias após a inauguração, o pastor Valdemiro Santiago o convidou para ser obreiro e poucos meses depois foi ordenado pastor.1 Revista Mundial Sem Limites, no 1, Abril de 2007, p. 8.2 Ibid, pg. 10. Logo surgiram as campanhas. Uma delas foi a da prosperidade, em que as pessoas lavavam as mãos numa bacia com leite. Era o pastor Washington quem cuidava da vaca, fazia a ordenha e levava alguns litros de leite para ser usado nas orações. Depois veio a campanha das cinco pedras de Davi. Há relatos de que paralíticos andaram e cegos enxergaram e muitas pessoas foram se juntando ao grupo. Três meses depois da inauguração em Sorocaba, precisaram mudar para um local quatro vezes maior.Alguns meses depois alguns pastores foram enviados para Recife a fim de abrir igrejas no Nordeste.2 No Recife, os pastores Edson Canavarro, Josivaldo Batista e Vanderley Santiago se uniram a Valdemiro. Hoje, todos eles são bispos da igreja. Vanderley Santiago foi o primeiro pastor a ser ordenado por Valdemiro. A igreja começou com menos de 100 membros na capital paulista, no bairro do Tatuapé, Zona leste da cidade. Naquela época, o único meio de divulgação era através da distribuição de folhetos e algumas horas em programa de rádio. Valdemiro conta que desde o início a Mundial sofreu perseguições de uma outra igreja, sempre incomodada com o seu ministério. O apóstolo nunca diz o nome de tal igreja. Constantemente, ele fala sobre isso em suas pregações, dizendo que sofre ameaças e que tal grupo quer fechar a sua igreja. No início da Mundial em São Paulo, foi oferecido ao proprietário do imóvel em que a igreja funcionava um valor bem mais elevado para forçá-la a deixar o local. A estratégia funcionou. Desalojado e sem condições financeira, Valdemiro diz que fez orações e conseguiu alugar um local para mil pessoas na Avenida Celso Garcia. Daí em diante, a Mundial cresceu mais ainda que foi preciso alugar um espaço maior ainda, na Avenida Celso Garcia, 899. A igreja cresceu tanto que no dia 15 de junho de 2006 inaugurou o Templo dos Milagres, na Rua Carneiro Leão, 439, próximo às estações Brás e Pedro II do metrô, numa área de 43 mil m2, com um estacionamento para 10 mil carros. A Mundial não parou de crescer. Site da igreja informa que ela já conta com 137 locais de reuniões no Brasil e um em Maputo, Moçambique. O fundador Valdemiro Santiago de Oliveira nasceu em Palmas, Minas Gerais, no dia 2 de novembro de 1963. Em seu livro, Valdemiro comenta que o lugar em que nasceu não oferecia oportunidades e nem perspectivas de vida e que jamais pensou em publicar um livro. Antes da conversão, enfrentou muitas dificuldades e chegou até a passar necessidades. Depois de um tempo, sentiu-se vocacionado para pregar o evangelho. Ainda no início de suas atividades evangelísticas, leu uma reportagem sobre a África que comentava a situação desesperadora de mães deitadas nas praças, sem forças, com seus filhos ao redor, morrendo de fome. Profundamente tocado por aquela reportagem, Valdemiro pediu a Deus que lhe desse um dia a oportunidade de estar naquele lugar para falar-lhes do poder de Deus. Dez anos depois, Valdemiro chegou a Moçambique. A igreja a que Valdemiro pertencia desenvolvia uma obra assistencial e através de um barco, pescavam para ajudar os necessitados. Foi um período de grande sucesso na conquista de adeptos. Houve um batismo em que cerca de quatro mil e quinhentas pessoas foram batizadas, das quais mil eram procedentes do islamismo. Valdemiro acha que isso irritou os muçulmanos daquele lugar e que, por vingança, sabotaram o seu barco de pesca. No dia 21 de maio de 1996, Valdemiro e alguns companheiros saíram de barco para pescar em alto mar. Quando já se encontravam cerca de uns três quilômetros da praia, perceberam que o barco estava mais pesado do que o normal. Quando já distavam 20 quilômetros da praia, a água entrava no porão e o barco começou a afundar. Valdemiro distribuiu os únicos três coletes entre os seus companheiros, disse-lhes que ficassem na bóia do barco que ele nadaria em5 Ibid. P. 10, 16.direção a praia a fim de conseguir ajuda. Dois de seus companheiros que decidiram seguí-lo a nado desapareceram nas águas. Valdemiro conta que nadou mais de sete horas com câimbras, dores nos braços, nas pernas, olhos sangrando devido à salinidade do mar, e o mais temível, em meio a enormes tubarões, que nadavam ao seu redor. Várias vezes gritou pelo seu Deus em quem sempre confiou. Cada vez que pensava no povo sofrido da África, na esposa e nas filhas, chorava pedindo a Deus que o salvasse. Na ocasião, pesava 153 quilos. Seu companheiro que ficara na bóia foi resgatado por um barco pesqueiro. Valdemiro crê que Deus enviou anjos para salvá-lo. Quando suas forças estavam acabando, ficou inconsciente por alguns segundos e, ao acordar, estava sendo carregados por dois homens, que para ele, foram dois anjos. Um verdadeiro milagre, nas palavras do apóstolo. Perguntou-lhes em que língua falavam e eles responderam em qualquer delas que ele soubesse, inclusive, a língua portuguesa. Os anjos aconselharam-no a não falar, apenas descansar, pois estavam ali para ajudá-lo. Outras intervenções sobrenaturais são relatadas por Valdemiro quando sua vida esteve várias vezes em perigo. Uma delas aconteceu na Paraíba, já com dez anos de ministério. Enquanto caminhavam por uma cidade, um carro se aproximou com três homens. Um deles, segurando um rifle, atirou três vezes contra Valdemiro. Ao constatar que não conseguia atingi-lo, fugiu no carro com os seus comparsas. Enquanto estava em Moçambique, Valdemiro conta que foi protegido também de explosões a passar por campos minados. O apóstolo é grato pelo apoio de sua esposa Franciléia e de suas filhas Raquel e Juliana. A revista Mundial relata que no dia 23 de dezembro de 2006, Valdemiro e sua esposa foram promovidos de bispo para apóstolo e de pastora para bispa. Há 28 anos que prega o evangelho. Com 21 anos foi ordenado pastor, com 27 anos foi ordenado a bispo e tornou-se apóstolo aos 43 anos de idade. Além de orar pelos enfermos, Valdemiro canta, também práticas neopentecostais O neopentecostalismo é um termo usado por vários pesquisadores para identificar as igrejas evangélicas das últimas três décadas que passaram a pregar a teologia da prosperidade, também conhecida como o movimento da fé, a palavra da fé e confissão positiva. A idéia principal é que a prosperidade financeira e a saúde física são sinais das bênçãos de Deus na vida do fiel. Ganham destaques nessas igrejas os relatos de pessoas que passavam por privações e se tornaram ricas ou que estavam muito doentes e foram curadas. Nesse aspecto, a Mundial não é diferente.Os pregadores da teologia da prosperidade criaram jargões como: "aqui tem milagres", "o homem dos milagres" e "o homem que veio para mudar São Paulo". A Mundial se apresenta como uma "igreja de milagres" e uma grande parte dos cultos da Mundial é dedicada a relatos de curas miraculosas. Muitas vezes, durante as reuniões, cadeiras de rodas são levantadas e exibidas como prova de que algum paralítico foi curado naquele momento. Contribuições a exemplo de outras igrejas como a Universal, a Internacional da Graça de Deus e a Renascer, a Mundial é também bastante criativa quando se trata de arrecadar fundos. Os testemunhos de prosperidade financeira são muito enfatizados também. Há o caso de um vendedor de balas, o José Aparecido Rodrigues, que durante 18 anos viveu uma vida financeira amarrada, sobrevivendo com a venda de balas na cidade de Bebedouro, interior de São Paulo. Um dia, foi convidado por uma amiga para conhecer a Igreja Mundial. Rodrigues foi, fez um propósito com Deus no valor de R$ 50,00 (o dobro do seu dízimo) e Deus começou a agir a seu favor. Rodrigues hoje tem uma casa com 200 metros quadrados, escritório, três carros e está montando uma rede distribuição de gás, material de limpeza e de cereais. O testemunho emocionou a igreja e o apóstolo Valdemiro Santiago. A oração no monte é uma prática constante no ministério de Valdemiro. De acordo com o apóstolo, a Mundial é fruto de oração no monte de São Roque, interior de São Paulo. Há anos, enquanto orava naquele lugar, Deus lhe falou que a obra que ele colocaria sob a sua responsabilidade seria muito grande, seria para avivar o evangelho de Jesus Cristo, resgatar as ovelhas que estavam perdidas, mudar a história de vida das pessoas que não suportavam mais o sofrimento. A Mundial é considerada por muitos como a última porta de esperança. Valdemiro sobe constantemente ao monte acompanhado de seus obreiros para orar pelos pedidos de oração e consagrar os objetos (toalhas e chaves) que serão usados nas campanhas. A Mundial atrai muitos adeptos com duas promessas principais: a da cura divina e a da prosperidade financeira. Grande parte dos programas de TV é usada para exibir pessoas com doenças internas (diabete, problemas cardíacos ou reumatismo) e externas (como lepra, uma paralisia ou imobilidade num braço). A programação da igreja dá a entender que muitas são curadas no momento em que o apóstolo ou um substituto faz a oração. Outros voltam para contar que foram curados posteriormente. A revista informa que muitos chegam já em fase terminal, com casos que a medicina não consegue mais resolver. Cegos, surdos, mudos, paralíticos, cancerosos e aidéticos são curados depois de entrarem em um dos Templos dos Milagres. As pessoas chegam de diversos estados como Bahia, Rio de Janeiro, Mato Grosso, Minas Gerais, Espírito santo e até de outros países como Suíça, Estados Unidos, Japão, Paraguai, Uruguai e de países africanos. Além das curas de doenças, a revista diz que casamentos e famílias são restaurados, milhares abandonam os vícios e prosperam depois de se converterem a Jesus Cristo (p. 19). Nove páginas da revista são dedicadas a relatos de milagres. Numa delas encontra-se o testemunho do Marcelo Rodrigues da Silva, irmão do craque Zé Roberto, jogador da Seleção Brasileira de Futebol. Marcelo teve uma hemorragia cerebral e foi desenganado pelos médicos. Robson, irmão de Marcelo, foi a Mundial e falou com Valdemiro no estacionamento da igreja. Depois da oração do apóstolo, o rapaz sarou. Pode-se dizer que a promessa de cura divina é um dos aspectos mais importantes do ministério de Valdemiro Santiago. A Mundial investe na mídia de tal forma que se tornou uma concorrente da Igreja Universal e da Igreja da Graça na disputa for fiéis. No início, era apenas meia hora por dia de programação no Canal 21. Hoje, a programação acontece de segunda à sexta, das 3h: 00 às 9h: 00. Os programas de televisão da Mundial servem para transmitir suas grandes concentrações de fé realizadas em todas as partes do Brasil. Todos os dias, Valdemiro e seus pastores são vistos na Rede TV, no Canal 21 e no Canal Play TV, cercados pela multidão, fazendo orações para que os milagres aconteçam. A oração pelos telespectadores é sempre acompanhada por um copo d’água que as pessoas tomam em suas casas quando termina a oração, sempre com a esperança de serem curadas ou abençoadas. A revista diz que donas de casas, trabalhadores braçais, intelectuais, empresários, políticos e autoridades recebem milagres em suas vidas simplesmente por colocarem as mãos nos seus televisores durante o programa (P. 42). Nos bastidores dos programas de TV, mais de 30 mulheres atendem as ligações do Brasil e do exterior: Alemanha, Suíça, Estados Unidos e Paraguai. Os telefones disparam, principalmente quando Valdemiro entra ao vivo na programação. Além dos programas de TV, a igreja publica também um jornal intitulado Fé Mundial, com 16 páginas. Todos os que trabalham no jornal são profissionais da Imprensa, como fotógrafos, repórteres e diagramadores. A revista Mundial sem Limites começou a ser publicada em abril de 2007. O nome do programa na Rede TV, O Poder sobrenatural da Fé, é o título de um livro de Edir Macedo, publicado pela editora Gráfica Universal em 1987. A Mundial está preparando um novo site para colocar na Internet. Por enquanto, a igreja não demonstrou interesse pela educação teológica. No estúdio de gravação dos programas de TV, Valdemiro colocou atrás do púlpito a frase: "O bom pastor dá a vida pelas ovelhas". Essa frase serve de motivação para várias atividades no ministério da Mundial tais como as freqüentes subidas aos montes e colinas para orar, os constantes jejuns e as longas reuniões de oração. Para ele, não é a ovelha quem deve se sacrificar pelo pastor, mas o pastor sacrificar-se pela ovelha. Expressões como "a mão de Deus está neste lugar" e "é forte o que Deus faz neste lugar" são usadas com freqüência. Depois de cada testemunho de cura, o apóstolo diz à multidão: "pode glorificar o nome de Jesus". É nesse momento que ele apela também aos telespectadores, dizendo: "vem pra cá, Brasil". Assistência social desde que esteve na África, Valdemiro se preocupou com a assistência às pessoas carentes. Por isso, fundou a AMAS (Associação Mundial de Assistência social), um ministério desenvolvido por um grupo de voluntários: médicos, enfermeiros, dentistas, advogados e cabeleireiros. A AMAS é presidida pela esposa do apóstolo. As atividades da AMAS incluem visitas nas favelas e regiões carentes, distribuição de cestas básicas, roupas, calçados, corte de cabelos e atendimento médico, odontológico e jurídico (P. 27). Práticas distintas Valdemiro é acessível. Está sempre cercado pelas multidões. Ele toca nas pessoas e por elas é tocado. Diferente de Edir Macedo ou R. R. Soares, que nunca aparecem na TV cumprimentando ou abraçando um fiel, é comum vê-lo abraçando homens, mulheres e crianças. Entre uma oração e outra, ri com eles, fala de sua infância, de sua vida no campo, da comida favorita e de seus passatempos prediletos como a pescaria. Quando o assédio das pessoas se intensifica, não esconde a irritação. Muitas vezes, chora abraçado com alguém. Não permite também que as pessoas falem os nomes das igrejas de onde saíram. Dentre as práticas de Valdemiro está o sopro. Muitas vezes, não basta impor as mãos sobre a cabeça de um enfermo. É preciso soprar também sobre alguém que precisa de uma bênção. Soprar não faz parte da liturgia de R. R. Soares, da Internacional da Graça, de Edir Macedo, da Universal e nem dos Hernandes, da Renascer. Benny Hinn, um pregador nos Estados Unidos, já fazia o mesmo, bem antes de Valdemiro. As manifestações de alguns dons do Espírito Santo, marcas distintas dos pentecostalismos, são raros na Mundial. Valdemiro e seus pastores não praticam, nos programas de TV, a glossolalia (orar em línguas estranhas) ou a profecia, que é transmitir uma mensagem como se fosse diretamente de Deus, usando-se o verbo na primeira pessoa. Os atos de exorcismos, práticas muito preciosas para a Igreja Universal, são raros na Igreja Mundial. Mas, a grande novidade no ministério de Valdemiro é o uso do seu suor para curar os enfermos. Tal prática nunca tinha sido empregada ainda nos movimentos pentecostais. Por mais estranha que pareça, pouco a pouco foi ganhando popularidade entre os fiéis. Durante as pregações, Valdemiro enxuga o seu suor com uma toalhinha que traz sobre o ombro. Em seguida, a entrega ao fiel mais próximo. Tais toalhas são muito disputadas. Com o tempo, as pessoas começaram a trazer suas próprias toalhas a fim de passar no rosto ou no pescoço de Valdemiro para depois colocá-las sobre um parente enfermo. Quando Valdemiro caminha entre a multidão, pode-se perceber o desespero das pessoas para tocar em seu corpo. Sem precedente bíblico que justifique tais práticas, alegam que elas são implementadas através de uma orientação recebida diretamente de Deus. A prática de soprar as pessoas, o uso do suor para curar e o constante assédio dos fiéis indicam que Valdemiro possui um forte carisma. Geralmente, todo o líder carismático demonstra possuir magnetismo pessoal irresistível, atitudes e aparência de vencedor e entusiasmo constante pela causa ou idéia que defende. O fator carisma permite, muitas vezes, ao líder agregar, convencer, dominar e até mesmo manipular os seus fãs ou adeptos, gerando um culto à personalidade. Max Weber explica esse fenômeno: 7 WEBER, Max. Ensaios de Sociologia. Rio de Janeiro. Editora Guanabara. 1982. P. 340.8 DESROCHE, Henri. Dicionário de Messianismos e Milenarismos. São Bernardo do Campo. UMESP. 2000. P. 32, 33.A expressão "carisma" deve ser compreendida como referindo-se a uma qualidade extraordinária de uma pessoa, quer seja tal qualidade real, pretensa ou presumida. "Autoridade carismática", portanto, refere-se a um domínio sobre os homens, seja predominantemente externo ou interno, a que os governados se submetem devido à sua crença na qualidade extraordinária da pessoa específica. O feiticeiro mágico, o profeta... o chefe guerreiro... o chefe pessoal de um partido são desses tipos de governantes para os seus discípulos, seguidores, soldados, partidários, etc. A legitimidade de seu domínio se baseia na crença e na devoção ao extraordinário, desejado porque ultrapassa as qualidades humanas normais e originalmente considerado como sobrenatural. A legitimidade do domínio carismático baseia-se, assim, na crença nos poderes mágicos, revelações e culto do herói. Há um tom de messianismo nas palavras e na práxis religiosa de Valdemiro. O assédio constante da multidão, a busca da cura física através do seu suor, o esforço das pessoas para tocar em seu corpo e as freqüentes declarações como "eu pedi ao Deus do apóstolo Valdemiro e ele me ouviu" mostram que ele reúne algumas qualidades de um messias. O Dicionário de Messianismos e Milenarismos explica a diferença entre o pretendente a messianidade e o messias pretendido: O pretendente à messianidade geralmente reivindica um vínculo nativo com o poder divino supremo que governa a história universal. Ele é pai, mãe, filho, esposa etc., desse poder, ou ainda, na figura de um ser redivivus, o próprio Deus ou o Ancestral divino. Em todos esses casos, a pretensão pessoal à messianidade acompanha-se de uma certa autodeificação. Ela pode ser explosiva (em virtude de um sonho, de uma revelação). Ela é, com muita freqüência, progressiva: pouco a pouco, a consciência de missão daquele que já é mensageiro, enviado, profeta do deus, metamorfoseia-se em consciência da messianidade. Ela pode, enfim, ser exclusiva (messianidade de um indivíduo) ou compartilhada (messianidade de uma descendência, de uma etnia ou de uma ecclesiola...).O messias pretendido não reivindica o título de messias. Tal título lhe é atribuído ou pelo círculo ou pela posteridade de seus discípulos... Com o tempo, a pretensão messiânica é partilhada, pois a atribuição coletiva é individualmente sancionada pelo personagem... Há o caso da pretensão provocada. Nessa perspectiva, o dossiê dos messianismos poderia contribuir com elementos de grande valor para o estudo dos diferentes "cultos da personalidade". 89 ORO, Ari Pedro. Avanço Pentecostal e Reação Católica. Petrópolis. Vozes. 1996. P. 54.A figura de uma liderança carismática e centralizadora é vital para o surgimento e expansão de qualquer segmento neopentecostal. É o que se passa com a Igreja Universal (Edir Macedo), Igreja da Graça (R. R. Soares), Renascer em Cristo (Estevam e Sônia Hernandes). Estas pessoas estão sempre reafirmando sua posição no grupo através da exibição de poderes espirituais como o dom de curar os enfermos e relatam, com freqüência, experiências subjetivas, tais como visões sobrenaturais que podem incluir anjos, sonhos, revelações e comunicações com o divino. Seus seguidores sentem-se para sempre dependentes de suas orientações e vivem em função de suas aprovações. Para muitos adeptos do neopentecostalismo, eles fazem a mediação entre o povo e as bênçãos de Deus. Ari Pedro Oro observa: Estes homens se mostram dedicados na multiplicação dos templos, no país e até no exterior, como vimos. Por isso se desdobram em viagens pastorais e exercem um acentuado controle doutrinário e administrativo-financeiro sobre as igrejas e pastores que se encontram sob o seu poder. Desfrutam, junto aos fiéis, de um prestígio elevado enquanto líderes carismáticos. Dons extraordinários e poderes fora do comum lhes são reconhecidos pelos seus seguidores quando se lhes indaga sobre os fundadores. As famílias deles são também objeto de deferência e de admiração especial. Elas figuram em santinhos, fotografias, cartazes, capas de discos e de livros. Com apenas nove anos de idade, a Igreja Mundial do Poder de Deus ainda não chamou a atenção da mídia ou de muitos pesquisadores. Por enquanto não há relatos de escândalos e dissidências, situações comuns em muitos segmentos dos pentecostalismos. Mas, a Mundial ainda tem um longo caminho pela frente. Portanto, esperar é preciso.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Glitter Text Make your own Glitter Graphics

Quebra cabeça

Ocorreu um erro neste gadget